Compra e troca de carros usados: negócio com bom retorno? PDF Imprimir E-mail
Matérias - Assuntos Gerais

Foto:UOL

O que é melhor?

 

 

 

A taxa de retorno pode ser um bom ponto de partida para avaliar o quanto um negócio vale a pena. Por envolver altos valores, é bom levar isso em consideração na hora da compra ou troca de um automóvel. Qual opção oferece a melhor taxa de retorno? Carros usados ou novos? Nem sempre é fácil avaliar isso, pois a resposta envolve aspectos tangíveis, como preços e taxas de depreciação, e aspectos intangíveis, como satisfação, utilidade e confiança.


Os preços dos carros novos frequentemente sacrificam o orçamento familiar no Brasil. Além disso, os novos sofrem grande depreciação na saída da concessionária. Desse modo, o alto valor aliado a uma grande taxa de depreciação nem sempre representa uma boa taxa de retorno em termos tangíveis para os novos. Já em termos de retornos intangíveis, a compra de carros novos muitas vezes se justifica fortemente pelos diferenciais que proporcionam aos seus proprietários, como status, conforto e tecnologia. Contudo, somente uma pequena parcela da população brasileira tem renda compatível com preocupações relacionadas a status e tecnologia avançada. Com as cidades brasileiras cada vez mais cheias de automóveis, aspectos como economia, conforto, segurança e facilidade de deslocamento têm sido cada vez mais considerados na hora da compra ou troca.


Os carros usados têm sido considerados um bom negócio para compra e troca graças às boas taxas de retorno, valores substancialmente mais baixos do que os novos e mais opções de escolha entre modelos e acessórios. A tabela FIPE é uma excelente ferramenta de comparação que permite, por exemplo, escolher entre um modelo sport com mais acessórios, como ar condicionado, teto solar, direção hidráulica e air bag, com um motor mais potente ou de acordo com o ano. É possível encontrar carros usados em excelente estado de conservação, equipados e com impostos mais baixos. Além disso, o mercado de carros usados acompanha uma tendência crescente de estilo de vida sustentável, na medida em que faz uso mais racional dos recursos disponíveis.

 

Fonte: https://flic.kr/p/mUZC1L